Nieman Foundation at Harvard
HOME
          
LATEST STORY
Do you trust the news, or do you trust your news? In the U.S., there’s a huge gap between the two
ABOUT                    SUBSCRIBE
May 23, 2017, 12:14 p.m.
Mobile & Apps

Aplicativo permite que usuários deem 1 tempo de notícias sobre Donald Trump

Quartz desliga notificações sobre Trump por 24 horas.

Se você começou a sentir pânico todos os dias entre 17h e 18h por causa do volume de notícias sobre Donald Trump e excesso de notificações, há uma solução para você no aplicativo para IPhone Quartz: Ele foi atualizado na última 3ª feira (23.mai.2017) e agora permite que os usuários ativem uma pausa da política por 24h, que não lhes mostrará nenhuma notícia ou notificação sobre Trump por 1 dia inteiro.

A oferta surge em 1 tempo em que os telefones de viciados em notícias –ou até mesmo pessoas que têm os aplicativos de The Washington Post e The New York Times instalados em seus celulares– recebem várias notificações regularmente. Semana passada, o Times até experimentou uma nunca antes vista “dupla notificação“.

A Soneca de Trump, que está ativada nas configurações de notificação do aplicativo Quartz, realmente desliga depois de 1 dia. “Nós não iríamos adicionar um filtro permanente ou qualquer coisa parecida. É obviamente muito importante se acompanhar as notícias“, disse Zach Seward, o vice-presidente sênior de produtos e editor executivo (e 1 ex membro da equipe do Nieman Lab).

Seward disse que o Quartz havia ouvido de muitos leitores –e, claro, sua própria equipe havia tido essa experiência– que as notícias sobre Trump podem ser “implacáveis e um pouco cansativas“. Quartz envia cerca de 6 notificações pelo aplicativo durante 1 dia comum. Notícias que não são relacionadas a Trump não podem ser filtradas –e, além disso, editores do Quartz se mantém no direito de enviar notícias muito importantes relacionadas ao presidente norte-americano, até mesmo se a soneca estiver ativada. Quando eu pedi por exemplos sobre o que pode passar –eu estava curiosa em particular sobre as revelações loucas de Comey da semana passada– Seward disse que cada caso seria avaliado e que, quando estavam testando a adição no começo do ano, o time escolheu, por exemplo, enviar a declaração de Trump sobre o bombardeio na Síria.

Certamente existem histórias que elevam o nível de importância, independentemente de serem sobre Trump ou não“, disse Seward.

Se, ao final do dia, você estiver se sentindo como se isso fosse 1 grande novo mundo, pode reativar a soneca por mais 24 horas, quantas vezes você quiser, apesar do que diz Seward: “Eu assumo que isso ficaria quase tão irritante quanto o ciclo sem fim de notícias“.

Translation by Poder360.

POSTED     May 23, 2017, 12:14 p.m.
SEE MORE ON Mobile & Apps
SHARE THIS STORY
   
Show comments  
Show tags
 
Join the 35,000 who get the freshest future-of-journalism news in our daily email.
Do you trust the news, or do you trust your news? In the U.S., there’s a huge gap between the two
Plus: A bill to outlaw fake news in the Philippines, and the question of whether real news outlets should cover fake news.
Vox’s healthcare newsletter (with ads sold out) is filling a role beyond “articles on the Internet”
“I’m keeping in mind that there are actually people reading these stories who are relying on us for information.”
News apps are making a comeback. More young Americans are paying for news. 2017 is weird.
The Reuters Institute’s annual report on digital news contains some surprises.