Nieman Foundation at Harvard
HOME
          
LATEST STORY
The Washington Post launches a year in news à la Spotify Wrapped
ABOUT                    SUBSCRIBE
July 6, 2017, 12:56 p.m.
Reporting & Production
LINK: www.blog.google  ➚   |   Posted by: Ricardo Bilton   |   July 6, 2017

O Google foi multado em US$ 2,7 bilhões pelas agências reguladoras antitruste europeias. Mesmo assim está decidido a financiar mais projetos jornalísticos na região.

Durante conferência em Amsterdã, na última 5ª feira (6.jul.2017), a Iniciativa de Notícias Digitais do Google (em tradução livre) anunciou quem serão os 107 contemplados com financiamentos que totalizam US$ 24 milhões (€ 21 milhões). Entre os beneficiados nesta etapa estão o WikiTribune de Jimmy Wales (que receberá US$ 439.000); uma plataforma de tradução, transcrição e locução da rádio alemã (US$ 498.000); e a holandesa Open State Foundation, fundação destinada a criar um banco de dados on line para registrar em tempo real opiniões de políticos a respeito de temas de interesse público.

Alemanha e Reino Unido encabeçam o ranking, com seus projetos recebendo respectivamente US$ 4 milhões e US$ 3 milhões. Como liberou US$ 83 milhões até agora, o Google está quase na metade dos US$ 171 milhões prometidos para a indústria de notícias na Europa.

O Google estabeleceu alguns padrões nos projetos que concorreram ao financiamento nesta rodada. Iniciativas que envolviam checagem de informações em notícias, reportagens investigativas, realidade virtual e realidade aumentada foram mais bem sucedidas nesta rodada do que na anterior. O mesmo se deu com colaborações. Pouco mais da metade dos projetos que receberam o dinheiro envolvem cooperações de organizações de vários países

O Google também lançou um relatório detalhando o impacto de alguns dos projetos dos anos anteriores, que podem ser acessados aqui. Anunciou, ainda, que a próxima rodada de investimentos em projetos será aberta em setembro.

Translation by Poder360. This article was originally published in English here.

Show tags
 
Join the 60,000 who get the freshest future-of-journalism news in our daily email.
The Washington Post launches a year in news à la Spotify Wrapped
“We initially built a ‘look-back’ experience but pivoted when we learned that our readers are more interested in insights that center on their reading ‘personality’ and content discovery rather than revisiting news from the past.”
How risky is it for journalists to cover protests?
Plus: Exploring why women leave the news industry, the effects of opinion labels, and susceptibility to disinformation.
Coming to a Hawaii library near you: Honolulu Civil Beat is hosting pop-up newsrooms around the state
“We learned that people have an interest if they can get to us.”